Termoterapia na Estética

A Termoterapia na Estética

A termoterapia é muito utilizada na estética, chamada a “terapia do calor”. É a aplicação de qualquer substância ao corpo que resulta no aumento da temperatura dos tecidos.

  • O organismo humano é homeotérmico, ou seja, mantém sua temperatura entre certos limites fisiológicos.

Para que seja mantida dentro destes limites, a temperatura é regulada através de mecanismos ativados pelo cérebro de aquecimento e resfriamento. Estes mecanismos quando ativados aceleram o metabolismo basal e com isso a queima de calorias favorecendo o emagrecimento e a diminuição da gordura.

O sistema termostático utiliza três mecanismos importantes para reduzir o calor corporal quando há o aumento excessivo da temperatura:

  • Vasodilatação plena que consegue aumentar a transferência de calor para a pele em até 8 vezes;
  • Transpiração e evaporação de água;
  • Aumento da trocas metabólicas favorecendo a absorção de cosméticos.
homeotérmico. Fonte (google imagens).
homeotérmico. Fonte (google imagens).

O calor utilizado em medicina e estética pode ser produzido através de diversos recursos tais como: sauna, mantas e cobertores térmicos, vapor, sendo que para cada tipo de recurso existe uma indicação terapêutica específica.

Efeitos locais:

  • Aumento do metabolismo celular;
  • Aumento da permeabilidade da membrana celular;
  • Aumento de sudorese e diurese;
  • Aumento da temperatura corporal.

Efeitos fisiológicos

  • Ao aplicar o calor, no local da aplicação, há uma ativação do metabolismo celular com aumento do consumo de oxigênio pelos tecidos, modificações na permeabilidade da membrana celular, aumento da síntese proteica e da atividade enzimática.

A dilatação das arteríolas e dos capilares proporciona o aparecimento de hiperemia local com maior aporte de sangue à região, promovendo um estímulo trófico devido a um melhor transporte de oxigênio e nutrientes. Sobre o tecido adiposo o calor provoca um aumento da eliminação de lipídeos que é  ativada por uma vasodilatação capilar e pela aceleração do metabolismo basal dos adipócitos.

O calor provocará aumento da sudorese na superfície corporal o que irá causar uma demanda de energia e um consequente consumo de gordura local. A hiperemia também proporciona um aumento no transporte de elementos de defesa como anticorpos, leucócitos, gamaglobulinas o que traz um importante efeito anti-inflamatório local.

O calor apresenta ação sobre terminações nervosas aumentando o limiar da dor causando analgesia e, atua nos receptores musculares causando o relaxamento da musculatura auxiliando nos quadros de tensão, insônia e “stress”.

Dica Tratamento estético em cabine:

  • Podemos usar a manta térmica como fonte de calor antes de um tratamento como: massagem turbinada ou endermoterapia. Isso fará com que haja um aumento da vasodilatação local, facilitando assim as técnicas/ protocolos a seguir.
  • Podemos usar o ultrassom em modo contínuo sobre a HLDG como fonte de calor, antes de realizar alguma massagem, aumenta a vasodilatação local fazendo com que haja (analgesia);

Há aumento da diurese e da sudorese, efeitos importantes sob o ponto de vista desintoxicante principalmente nos tratamentos estéticos corporais.

A termoterapia atua pelo processo osmótico, permitindo a absorção de sais diluídos em água morna através da via transanexial e posterior eliminação dos líquidos e adipócitos dos tecidos epitelial e conjuntivo.

Efeitos terapeuticos da termoterapia:

  • Hiperemiante;
  • Anti-inflamatório;
  • Desintoxicante;
  • Vasodilatador;
  • Relaxante muscular;
  • Analgésico.

 

Mantas com infravermelho longo:

manta termica. Fonte (google imagens).

  • São um equipamento que emite calor e raios infravermelhos longos, que são raios encontrados naturalmente na luz solar e que são os responsáveis pela ativação das funções celulares dos seres humanos.
  • São grandes aliados nos tratamentos estéticos por agirem de forma sistêmica na ativação do metabolismo, aumentando o potencial de gasto calórico, melhorando a circulação sanguínea, promovendo a renovação celular e a eliminação de toxinas.
  • Em alguns tratamentos, utilizamos a terapia combinada com a aplicação da argila ortomolecular, que age como desintoxicante e repositora de sais minerais e oligoelementos, que são os responsáveis pela formação de enzimas reguladoras de inúmeros processos bioquímicos essenciais ao corpo humano.

Existem outras fontes de calor “termoterapias” na estética, ultimamente tem sido muito utilizada a radiofrequência para o aquecimento dos tecidos, em resposta o organismo aumenta a formação de colágeno e elastina, tem surtido excelentes resultados para flacidez de pele, e auxilio nos protocolos para perda de gordura localizada.

Tire suas dúvidas sobre a radiofrequência nesse post:

Bibliografia:

BORGES, Fábio dos Santos. Dermato-funcional: modalidades terapêuticas nas disfunções estéticas. 2010.

Espero que você tenha gostado do tema !

Um super abraço, até a próxima dica !

Curta a página no facebook e fique por dentro:

http://www.facebook.com/esteticanomundo

Siga também no Intagram: @esteticanomundo

Postado por:

 

 

Por: Elaine Lima – Tecnóloga em cosmetologia e estética, pós-graduada em Docência no Ensino Superior.